Um Ponto De Fuga

segunda-feira, fevereiro 03, 2014

A interpretação dos Sonhos - Freud











(...) Para bem compreender a vida psíquica, é indispensável deixar de sobrestimar a consciência. É preciso, como disse Lipps, ver no inconsciente o fundo de toda a vida psíquica. O inconsciente é semelhante a um grande círculo que circundaria o consciente como um círculo mais pequeno. Não pode existir um facto consciente sem um estádio anterior inconsciente, enquanto o inconsciente possa passar sem o estádio consciente e ter, apesar disso, um valor psíquico. O inconsciente é o próprio psíquico e a sua essencial realidade. A sua natureza íntima é-nos tão desconhecido quanto a realidade do mundo exterior, e a consciência dá-nos informação sobe ele de uma maneira tão incompleta quanto os nossos órgãos dos sentidos sobre o mundo exterior.
Freud, A Interpretação Dos Sonhos,  1926

Etiquetas: ,

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home