Um Ponto De Fuga

quarta-feira, abril 20, 2005

A Náusea

...Era Teso como um pau e irrompia da tela como um Diabo de mola duma Caixa Carnavalesca. Os Olhos dele cintilavam: a pupila era negra, a córnea avermelhada. Mordia os pequenos lábios carnudos e apertava a mão direita contra o peito.
Que Zanga que me fizera este retrato!

Sartre, A Náusea

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home